Recursos e ferramentas para ajudar sua empresa a expandir globalmente

flag Japão Governo e política no Japão

Contexto político

Os líderes políticos no poder
Imperador: Naruhito (desde 1º de maio de 2019); sucedeu seu pai que abdicou em 30 de abril de 2019;
Primeiro-ministro: Fumio Kishida (desde 4 de outubro de 2021 ) - Partido Liberal Democrata.
Próximas datas da eleição
Câmara dos Deputados: Outubro de 2025
Câmara dos Conselheiros: julho 2022
Current Political Context
O primeiro-ministro Fumio Kishida, do Partido Liberal Democrático (LDP), dissolveu a câmara baixa do parlamento do Japão em 14 de outubro de 2021. As eleições realizadas no final do mês viram o partido no poder manter sua maioria, resultando na reeleição de Kishida como Primeiro-ministro em 10 de novembro de 2021 pela câmara baixa com 297 votos contra 108 para seu oponente Yukio Edano, e na câmara alta (141 contra 60).

O governo japonês está preocupado com a intensificação dos desequilíbrios de segurança regional, especialmente no que diz respeito à crescente assertividade da China: o Japão identificou a situação em torno de Taiwan como uma ameaça à segurança nacional, com alguns representantes do partido LDP mencionando explicitamente que um “grande incidente” sobre Taiwan desencadearia a implantação das Forças de Autodefesa (SDF).

Enquanto isso, Kishida anunciou uma série de medidas sob sua política de “novo capitalismo” com foco na redistribuição de riqueza e crescimento econômico, além de apoiar a resiliência da cadeia de suprimentos para bens críticos (ou seja, semicondutores e produtos farmacêuticos) e facilitar iniciativas de P&D no setor tecnológico.

Apesar de uma queda no apoio público devido aos vínculos do Partido Liberal Democrata com um grupo religioso, o primeiro-ministro, Kishida Fumio, mantém controle político suficiente devido à fraqueza dos partidos de oposição e à falta de adversários dentro do partido no poder. No entanto, ele enfrentará uma pressão crescente para adotar políticas para impulsionar o crescimento salarial e estimular a economia em 2023. Ele seguirá o curso originalmente traçado por Abe Shinzo com o estímulo da economia e a adoção de uma política de defesa mais ativa, incluindo a reforma do constituição pacifista. Seu plano inclui um esforço para mudar a distribuição de renda em favor das famílias de classe média e aumentar o investimento nos trabalhadores.

Enfrentando um clima doméstico hostil, Kishida entra em 2023 com capital político reduzido, mas pode estar apostando em um forte desempenho no cenário internacional para ganhar apoio em casa.
Os principais partidos políticos
- Partido Liberal Democrata (PLD) (em inglês): partido de centro-direita, conservador, nacionalista, liberal, populista;
- Partido Democrático do Japão (CDP) (em inglês): partido de centro a centro-direita, liberal;
- Novo Komeito (NK) (em inglês): partido de centro-direita, conservador, pacifista, em coalizão com PLD;
- Partido Comunista Japonês (PCJ) (em inglês): partido de esquerda a extrema esquerda, socialista. Na última eleição, sua representação na política japonesa mais do que dobrou;
- Partido de Inovação do Japão (Ishin): conservador, de direita, populista
- Partido Democrático para o Povo (DPP): de centro a centro-direita;
- Reiwa Shinsengumi: de esquerda, populista e progressista;
- Partido Social Democrata: centro-esquerda a esquerda, social-democrata;
- Partido NHK: populista
- Partido Democrático Constitucional: partido de centro a centro-esquerda, liberal, pacifista, partido opositor;
- Partido da Restauração Japonesa (PRJ): partido de direita, conservador, populista; terceiro maior poder, mas tem perdido representação
- Partido Liberal: centro, centro-esquerda;
O Poder Executivo
O chefe de estado é o imperador e seu papel é principalmente cerimonial. O lider do partido majoritário ou da coalição majoritária no Parlamento (Câmera dos Representantes) é designado como Primeiro-Ministro por um mandato de quatro anos. O Primeiro-Ministro é o chefe do governo e detém o poder executivo, que inclui a execução da lei no país e o gerenciamento dos assuntos quotidianos. O Ministério é nomeado pelo Primeiro-Ministro.
O Poder Legislativo
O legislativo no Japão é bicameral. O parlamento, chamado de Dieta Nacional, consiste na Câmara dos Conselheiros (a câmara superior), com 242 membros eleitos para mandatos de seis anos pelo voto popular e metade dos membros podem ser renovados a cada 3 anos, e a Câmara dos Representantes (a câmara inferior), com 465 membros eleitos por voto popular para mandatos de quatro anos. A Constituição do Japão estabelece que o "órgão máximo de poder estatal" é a Dieta Nacional. O ramo executivo do governo é dependente, direta ou indiretamente, do apoio da Dieta Nacional; esse apoio pode ser expresso, muitas vezes, por um voto de confiança.
 

Indicador da liberdade de imprensa:

Definição

posição são atribuídas a cada país. Para estabelecer esta classificação, a Repórteres Sem Fronteiras realizou um questionário às organizações parceiras, aos 150 correspondentes da RSF, a jornalistas, investigadores, juristas ou militantes dos direiros humanos, de acordo com os principais critérios – 44 no total – que permitem avaliar a situação da liberdade de imprensa num determinado país. Este questionário faz o levantamento do conjunto das agressões directas contra os jornalistas ou utilizadores da Internet (assassinatos, prisões, agressões, ameaças, etc.) ou contra os media (censuras, embargos, perseguições, pressões, etc.).

Posição mundial:
67/180
Evolução:
Mesmo lugar em comparação com 2016
 

Indicador de liberdade política

Definição

O indicador de liberdade política fornece uma avaliação anual do estado da liberdade num país, tal como ela é vivida pelas pessoas. A pesquisa mede o grau de liberdade através de duas grandes categorias: a liberdade política e as liberdades individuais. O processo de classificação é baseado numa lista de 10 perguntas relativas aos direiros políticos (sobre o processo eleitoral, o pluralismo político, a participação e o funcionamento do governo) e de 15 perguntas relativas às liberdades individuais (sobre a liberdade de expressão, de crença, o direito de associação, de organização e de autonomia das pessoas). As notas são atribuídas a cada uma destas perguntas numa escala de 0 a 4, em que 0 representa o mais baixo grau de liberdade e 4 o mais elevado grau de liberdade. A nota global de um país é uma média das notas dadas a cada uma das perguntas. Ela vai de 1 a 7, em que 1 corresponde ao mais alto grau de liberdade e 7 ao mais baixo.

Classificação:
Livre
Liberdade política:
1/7

Mapa da liberdade 2017
Fonte: Freedom House

 

Return to top

Alguma observação sobre este conteúdo? Fale conosco.

© Export Entreprises SA, todos os direitos de reprodução reservados.
Últimas atualizações em Maio 2023